• obefoftalmologia

Alergia ocular aumenta no inverno.

Também chamada de conjuntivite alérgica, a alergia ocular ocorre quando algo que você é alérgico irrita sua conjuntiva, delicada membrana que cobre o olho e o interior da pálpebra.

Como todas as alergias, a conjuntivite alérgica começa quando o sistema imunológico identifica uma substância como alérgeno .

Isso faz com que seu sistema imunológico reaja exageradamente e produza anticorpos chamados imunoglobulina (IgE) .



Esses anticorpos viajam para as células que liberam substâncias químicas que causam uma reação alérgica .

Neste caso, as reações alérgicas incluem olhos lacrimejantes, coceira, vermelhidão e inchado.

As causas mais comuns de conjuntivite alérgica são alérgenos sazonais, como esporos de pólen e mofo.

Pessoas com rinite alérgica, normalmente notam que seus sintomas pioram quando vão ao ar livre em dias com alta contagem de pólen.

Alergénos de interior, como ácaros e pelos de animais também podem causar alergias nos olhos durante todo o ano.

Se você sofre desse tipo de alergia, pode notar que seus sintomas pioram durante certas atividades, como limpar a casa ou brincar com seu animal de estimação.

Pessoas que usam lentes de contato sem a devida higiene estão mais sujeitos a esse tipo de conjuntivite.

Nos sintomas, nota-se secreção clara, consistente e em pouca quantidade.


Previna-se mantendo o ambiente limpo, evite tapetes e opte por cobertores e travesseiros antialérgicos.

A conjuntivite alérgica não é contagiosa.

No entanto, olhos vermelhos, coceira, queimação e inchaço podem ser causados também por infecções e outras condições que podem ameaçar a visão.


Consulte seu médico oftalmologista.

Av. Arouca, 791 - Centro, Passos - MG, 37900-152

Agende sua consulta: 

(35) 3522-6537

(35) 3521-6888