• obefoftalmologia

Ceratite Bacteriana. Uso incorreto das lentes de contato podem levar à cegueira.

A ceratite bacteriana é uma infecção da córnea causada por bactérias.

Pode afetar os usuários de lentes de contato, e também às vezes pessoas que não usam lentes de contato.

Tipos de bactérias que comumente causam ceratite bacteriana incluem:

- Pseudomonas aeruginosa

- Staphylococcus aureus


As bactérias Pseudomonas podem ser encontradas no solo e na água.

A bactéria Staphylococcus aureus, normalmente, vive na pele humana e mucosa.



Os riscos para o desenvolvimento de ceratite bacteriana incluem:

Usando lentes de contato, especialmente, uso noturno ( ao dormir);

Remodelagem temporária da córnea (para corrigir miopia) usando uma lente de contato rígida durante a noite;

Não desinfetando lentes de contato corretamente com o produto indicado pelo oftalmologista;

Não limpar caixas de lentes de contato;

Armazenar ou enxaguar as lentes de contato na água;

Compartilhamento de lentes de contato não corretivas usadas para fins estéticos;

Lesão ocular recente;

Doença ocular;

Sistema imunológico enfraquecido,

Infecções oculares.


É fundamental que, quando você notar pela primeira vez uma irritação ocular incomum, remova as lentes de contato e não as use novamente até ser instruído a fazê-lo pelo seu oftalmologista.

Os sintomas da ceratite bacteriana incluem:


Dor nos olhos;

Vermelhidão dos olhos;

Visão embaçada;

Sensibilidade à luz.


Se você sentir algum desses sintomas, remova as lentes de contato (se usá-las) e procure imediatamente o seu oftalmologista.

Se não for tratada, a ceratite bacteriana pode resultar em perda de visão.


Segundo a Academia Americana de Oftalmologia, os erros mais comuns observados em usuários de lentes de contato foram:

-82% usaram as lentes de contato por mais tempo do que o recomendado;

-55% adicionaram uma nova solução em cima da antiga que já estava no estojo da lente ao invés de esvaziar o local e depois adicionar a nova solução;

-50% relataram já ter usado as lentes de contato enquanto dormiam.




Referências Bibliográficas


1. American Academy of Ophthalmology Cornea/External Disease Panel. Preferred Practice Pattern® Guidelines. Bacterial Keratitis.External San Francisco, CA: American Academy of Ophthalmology; 2013.

2. Liesegang TJ. Bacterial Keratitis.External Infect Dis Clin North Am. 1992;6(4):815-29.

3. Schein OD, Glynn RJ, Poggio EC, Seddon JM, Kenyon KR. The relative risk of ulcerative keratitis among users of daily-wear and extended-wear soft contact lenses: a case-control study.External Microbial Keratitis Study Group. N Engl J Med. 1989;321(12):773-8.

4. Poggio EC, Glynn RJ, Schein OD, Seddon JM, Shannon MJ, Scardino VA, Kenyon KR. The incidence of ulcerative keratitis among users of daily-wear and extended-wear soft contact lenses.External N Engl J Med. 1989;321:779-83.

5. Stern GA. Contact lens associated bacterial keratitis: past, present, and future.External CLAO J. 1998 Jan;24(1):52-6.

Av. Arouca, 791 - Centro, Passos - MG, 37900-152

Agende sua consulta: 

(35) 3522-6537

(35) 3521-6888