• obefoftalmologia

Glaucoma na infância.




O glaucoma é um dos principais motivos de cegueira na infância, representando 20% dos casos. Essa doença ocorre pelo aumento dos níveis da pressão intraocular, provocando lesões no nervo ótico, responsável por encaminhar informações nervosas ao cérebro. Na infância, sua causa é hereditária e os principais sinais são: olho maior que o considerado normal para a faixa etária, córnea opaca, esbranquiçada ou em tons azulados, lacrimejamento excessivo, fotofobia e irritabilidade dos olhos. É fundamental fazer o teste do olhinho até o primeiro mês de vida. Além disso, as visitas oftalmológicas devem fazer parte da rotina do bebê.


Traumas Oculares:


Às vezes as crianças omitem dos pais os traumas oculares frutos de briga, quedas ou contusões, para evitar castigos ou a interrupção da brincadeira. Por isso, é importante conversar com as crianças e explicar que os olhos devem ser protegidos, e também que qualquer pancada na região dos olhos precisa ser contada o mais rápido possível. Estudos mostram que traumas oculares são a maior causa de cegueira monocular (perda da visão em um dos olhos) entre crianças, e que esses acidentes acontecem dentro de casa, no quintal ou na escola. Se um trauma ocular aconteceu, após o atendimento oftalmológico urgente essa criança deverá ter acompanhamento médico periódico. Mesmo que o trauma seja considerado leve, é importante prevenir que surjam quadros secundários mais sérios, como glaucoma.

Fonte Adaptada: Conselho Brasileiro de Oftalmologia - CBO

0 visualização

Av. Arouca, 791 - Centro, Passos - MG, 37900-152

Agende sua consulta: 

(35) 3522-6537

(35) 3521-6888