• obefoftalmologia

Meditação poderá fazer parte do tratamento contra o Glaucoma

O glaucoma afeta 65 milhões de pessoas em todo o mundo, estima-se que 10% deles sejam cegos.

A pressão ocular - também chamada de pressão intraocular - é uma medida da pressão do fluido dentro do olho e, no caso do glaucoma, pode causar danos ao nervo óptico. Se o glaucoma não for tratado, pode levar à cegueira total.




Um novo estudo sugere que a meditação plena pode ajudar a diminuir a pressão ocular em pacientes com glaucoma e melhorar a qualidade de vida, diminuindo os hormônios do estresse.

"Este estudo sugere a possibilidade de que estratégias médicas complementares como a meditação da atenção plena possam desempenhar um papel em ajudar os pacientes a lidar com a doença e possam realmente melhorar os resultados", relatam os pesquisadores no Journal of Glaucoma .

Os autores dizem que a meditação pode ser um complemento útil aos tratamentos atuais de glaucoma , como colírios, laserterapia ou cirurgia.

Os resultados são intrigantes e fornecem suporte para resultados similares publicados em estudos anteriores.

De acordo com o Dr. J. Kevin McKinney, oftalmologista e especialista em glaucoma da Eye Health Northwest em Portland, Oregon, estudos anteriores sugeriram que o estresse psicológico pode aumentar a pressão ocular e que as técnicas de relaxamento podem diminuí-la.


“Com o nosso nível atual de compreensão, eu não recomendaria usar a meditação como um substituto para o tratamento atual do glaucoma. Mas pode ser uma adição muito útil ”.

O novo estudo incluiu 90 pacientes com glaucoma primário de ângulo aberto, a forma mais comum da doença.

Um grupo de pacientes praticou a meditação baseada na atenção plena, que envolve estar atento ao momento presente de uma maneira não crítica, com uma percepção da respiração.

Esse grupo teve uma sessão diária de 21 dias por 60 minutos, sob a supervisão de um professor de meditação certificado. O outro grupo não meditou.



Ambos os grupos continuaram o tratamento prescrito por seus respectivos oftalmologistas.

Os pacientes foram monitorados quanto à pressão ocular, qualidade de vida e hormônios relacionados ao estresse.

Após três semanas, os meditadores baixaram significativamente a pressão ocular em comparação com aqueles que não meditaram.

O estudo descobriu que 75% dos pacientes que praticaram meditação tiveram uma queda de mais de 25% na pressão ocular.

Os pacientes que participaram da meditação também tiveram uma redução significativa no estresse e relataram uma melhora significativa na qualidade de vida após três semanas, em comparação com aqueles que não meditaram.



Não se sabe como o estresse está relacionado à pressão intraocular, disse o Dr. McKinney. “Pode ser que hormônios e substâncias químicas que aumentam no corpo quando uma pessoa está estressada - chamados de mediadores do estresse - também funcionem em receptores no olho. Quando uma pessoa está estressada, esses mediadores podem afetar o olho de uma forma que aumenta a pressão intraocular ”, disse ele.

O Dr. McKinney observou que muitos oftalmologistas acham que a redução do estresse é útil para o tratamento do glaucoma.

“Na minha prática, vejo que os pacientes de glaucoma que administram melhor o estresse tendem a ter melhores resultados.

Dr. McKinney disse que, com base nas descobertas do estudo, ele acrescentará a meditação à lista de estratégias que ele recomenda aos pacientes para reduzir o estresse, incluindo exercícios regulares, hábitos saudáveis ​​de sono e outras formas de redução do estresse.

“Técnicas para reduzir o estresse e aumentar a meditação da atenção plena seriam adições bem-vindas ao tratamento do glaucoma.

Afinal, o sistema visual é fundamental para a qualidade de vida geral do paciente e estamos constantemente buscando novas terapias para reduzir os efeitos potencialmente devastadores do glaucoma não controlado e progressivo ”, diz Ravi D Goel, MD, oftalmologista e cirurgião de Cherry Hill, NJ.



Fonte: Academia Americana de Oftalmologia

41 visualizações

Av. Arouca, 791 - Centro, Passos - MG, 37900-152

Agende sua consulta: 

(35) 3522-6537

(35) 3521-6888